sábado, 24 de janeiro de 2009

'Sobre as coisas boas da vida...



Da janela vi as estrelas conversando. Uma, sozinha, cantava ao léu uma canção qualquer, não sabia que eu a ouvia.

Insignificante eu sou, mas quando a escuto me sinto parte do universo.



‘É fácil sentir falta,

ser feliz

falar

estar triste

brigar

chorar

cansar

apaixonar

criar

O difícil, meu deus, é viver quando se morre um pouco por dia. ’


E vai rodando, rodando, rodando.


Junto à morte vem sempre a alegria da eterna liberdade.


‘A cada dia que passa morre mais um pouco...

Quão bela é a tristeza da despedida e a esperança de um reencontro.

4 comentários:

Arinalva disse...

ai lena ta muito triste (morrer aos poucos e tals)
hj foi q eu vi o seu coment no utopia rsrsrs

HBMS disse...

aheuaehuaehauhe

omg xP

.... morrer né... é a vida =]

Arinalva disse...

realmente n há como fugir da morte...
hehehehe

Debby disse...

mas a graça está justamente nisso =D
então, não eh pra ser difícil XDD